Novo Volvo FM na estrada

I-Shift. Esqueça a caixa de velocidades. Simplesmente, conduza.

Manete das mudanças da I-Shift

Dá-lhe tranquilidade.
E dá descanso ao seu pé esquerdo.

Conduzir com a I-Shift é um verdadeiro prazer. Sem o pedal da embraiagem, pode recostar-se em segurança e concentrar-se nos outros dois. A I-Shift utiliza a sua inteligência incorporada para escolher sempre a mudança certa, de forma rápida e automática. E o software permite ter capacidades de mudança de velocidades impossíveis de igualar, mesmo pelos melhores motoristas. Ainda assim, se quiser estar mais envolvido, também pode. Os botões do selector de velocidades permitem-lhe intervir e mudar de velocidade manualmente.

Botões da I-Shift no painel de instrumentos

Uma opção inesperada.
I-Shift sem manete de mudanças.

Se está habituado a conduzir com I-Shift, provavelmente reparou que não utiliza tanto o selector de velocidades. É por isso que o novo Volvo FM oferece a opção de se livrar dele, substituindo-o por quatro botões no painel de instrumentos (igualmente acessíveis, como é óbvio). Libertar esse espaço precioso facilita um pouco mais a movimentação no interior da cabina.

Poupe combustível com a I-Shift

Deixe que a I-Shift lhe poupe combustível.
O dinheiro não vai parar de entrar.

A I-Shift foi concebida para poupar combustível. Antes de mais, as perdas de energia internas são baixas – mesmo mais baixas do que em caixas de velocidades manuais. Mas é a electrónica que faz a verdadeira diferença. Quando se conduz em modo de Economia, cada mudança de velocidade é planeada de forma precisa, deixando o motor trabalhar com o regime de rotação mais eficiente.

E ainda temos o I-Roll. Trata-se de uma funcionalidade única utilizada em descidas, que coloca o motor em ponto-morto para utilizar o ímpeto do camião em vez de combustível. O resultado? Até menos 2% de consumo de combustível. Não é suficiente para si? Acrescente o I-See.

Saiba mais sobre o I-See.

Funcionamento da I-Shift

Funcionamento.

Poderá parecer estranho. Debaixo da superfície da I-Shift, o baluarte das transmissões modernas, esconde-se uma caixa de velocidades manual e não sincronizada à moda antiga. (O que explica o design compacto e as baixas perdas internas.) Mas claro que a I-Shift é muito mais do que isso. O segredo está na unidade de controlo electrónica inteligente. É responsável pelo controlo do sistema pneumático que controla a embraiagem e as mudanças de velocidade. Recebendo constantemente informações relativas à velocidade do veículo, aceleração, peso, inclinação da estrada, exigência de binário e muito mais, pode proceder a cada mudança de velocidade com extrema precisão. Também está em estreita comunicação com o motor, o qual, por sua vez, ajusta o regime de rotações e o efeito de travagem do motor para proporcionar uma mudança de velocidades rápida e confortável.

Gama I-Shift, Volvo FM.

Tipo Mudança mais alta Binário do motor Capacidade (ton.)
AT2412E Direct Drive (1:1) 2400 Nm 44 t
AT2612E Direct Drive (1:1) 2600 Nm 60 t
ATO2612E Overdrive 2600 Nm 60 t


Como gostaria de ter a sua I-Shift?

O software possibilita a personalização da I-Shift em função das suas condições de condução


Software I-Shift – Distribuição e Construção Software I-Shift – Longo Curso e Economia de Combustível
Distribuição e Construção

Adapta o funcionamento da caixa de velocidades para operações ligadas à distribuição e à construção. Inclui funções que auxiliam o motorista no arranque e nas manobras em locais apertados.


Longo Curso e Economia de Combustível

Inclui funções inteligentes que levam a uma redução do consumo de combustível. Torna este pack de software particularmente adequado para operações de longo curso.


Software I-Shift – Longo Curso e Economia de Combustível com I-See Software I-Shift – Transportes Pesados
Longo Curso e Economia de Combustível com
I-See

Acrescenta o I-See ao pack Longo Curso e Economia de Combustível, proporcionando poupanças de combustível ainda maiores.

Veja o conteúdo completo do pack

Trabalhos pesados

Optimiza a I-Shift para pesos brutos de conjunto elevados (>85 toneladas).